segunda-feira, 7 de julho de 2014

Sem saber o que fazer

Há dias em que uma pessoa acorda cheia de certezas e de vontades e depois há outros em que não se sabe mesmo o que fazer.
Ontem não guardei a bicicleta porque pensei que poderia vir trabalhar a pedalar.
Ontem preparei o saco do ginásio com a roupa para as aulas de hoje e não para as de amanhã.
Ontem adormeci cheia de dúvidas sobre se viria a pedalar de manhã ou se iria ao ginásio. Pelo sim, pelo não, ficou tudo a jeito.
Acordei cansada e com mais dúvidas mas decidi não vir trabalhar a pedalar. A temperatura está a aumentar e mesmo mudando de roupas, acabo por me sentir um pouco... transpirada...
Trouxe o saco do ginásio no carro mas continuo sem saber se quando sair do trabalho vou para lá ou se rumo a casa e dou uma volta de bicicleta de para aí uma hora.
Assim com'ássim, se for para casa e pedalar um pouco, volto sempre para casa mais cedo que se vier do ginásio...
Tantas dúvidas sobre coisas assim pouco importantes mas realmente não sei o que faça, pelo menos a esta hora da manhã...
A certeza é a de que quero melhorar a pedalar.
Mas uma das aulas do ginásio apela mais à força e à tonificação e isso ajuda...
Mas pedalar na rua ajuda a melhorar o desempenho na bike e avizinham-se provas, como se eu fosse uma big atleta a ter que pensar nisto tudo. Até já me chateei (mas não disse nada a ninguém...) com uma das provas a que vou, em que já paguei a inscrição e o almoço, por causa da diferenciação nos critérios em relação à atribuição de... 'mimos' e prémios extra... Mas pronto, nem o referi no sítio próprio mas vontade não me faltou...
E depois estas tretas cansam-me e não deviam...
Entretanto pode ser que fique iluminada e decida o que fazer.
O que é certo é que se não for hoje ao ginásio, logo toca a mudar a roupa porque as aulas de amanhã são diferentes e gosto de usar calças e não 'leggings' como tenho para as aulas de hoje...
 

1 comentário:

maria joao oliveira disse...

Ainda por cima somos gajas, que gostam de andar pipis a todo o instante...realmente o mais aborrecido de pedalar para o trabalho é que ficamos algo...descompostas...eheh. Segue o coração. Bjnhos