terça-feira, 9 de setembro de 2014

Não foi desta que zumbei mas o meu corpo ficou semi zumbado...(?)

Pois que ontem até ia com a ideia de 'experimentar' a aula de Zumba, tanto que quando cheguei ao ginásio, não fiquei logo com a senha para a aula de Cycling como é 'meu apanágio'. Fiquei apenas com a senha da primeira aula que ia fazer quando cheguei, coisas de gaja. É uma aula que devia fazer frequentemente porque tonifica e dá força, para além de trabalhar todas as partes do corpo de uma gaja, o que é (muito) bom... Ali constatei que a pausa do ginásio que fiz em agosto era notória. Muitos dos exercícios custaram-me a fazer, parecia 'perra' e escorria em suor por todos os lados, não só dos sítios habituais (cabeça, cara, braços, tronco...) como também de sítios pouco usuais em transpiração tais como as pernas... É verdade, as minhas pernas brilhavam em suor, fora a parte das pernas que não se via por estar dentro dos 'leggings'...
Mas como estava a dizer, alguns exercícios doeram e custaram, fora os outros de pesos para os braços e ombros. Aí entra a minha placa e os parafusos que me impedem alguns movimentos e que me doem mas insisto sempre, não desisto, procuro alternativas. E ali quando me olho ao espelho com um braço mais torto do que o outro dá-se em mim uma tristeza profunda por não ter mais na minha vida um braço completamente normal e livre nos movimentos. Inspiro e expiro, quase cuspo o suor, tal e qual como cuspo da minha cabeça aqueles pensamentos derrotistas e deprimentes que quase me levam a pensar que sou uma "coitadinha". 
Bah!!! Xô!!! 
Prossigo ainda com mais força e tão somente deixo de olhar para o braço no espelho. Aquilo são apenas uns 5 ou 10 minutos da minha vida que não podem mandar-me assim abaixo...
No final da aula, completamente ensopada, penso se prossigo para Zumba, para o chuveiro ou para o Cycling... Vislumbro as pessoas na aula de Cycling que ainda não começou e o meu corpo, moído à fartazana da aula anterior, foi para onde o levou o coração: para o Cycling. Fiquei para aí com a antepenúltima senha e lá fui.
Apesar dos quilómetros pedalados no dia anterior, ali estava eu numa aula apinhada de gente, novamente com o rabo no selim, a dar às pernas ao som de música contagiante... Pelo menos desta vez a aula foi mais animada do que as da semana anterior...
Novamente encharcada em suor mas... feliz...
Bem queria ir ao Zumba mas o coração puxou-me para aquilo de que realmente gosto... Se tivesse todo o tempo e disponibilidade do mundo para estar sempre enfiada no ginásio, certamente que haveria tempo para fazer todas e mais algumas aulas... 
Mas assim...
Mas pronto... a aula de Zumba não está posta de parte... Nalgum dia lá calhará...



2 comentários:

Alexandra A. disse...

Qual é essa aula de gaja? ;)

glitter

Algures no Oeste disse...

ALEXANDRA: é uma aula, uma espécie de localizada, em que se trabalham as várias partes do corpo, mas é essencialmente virada para o mulherio porque trabalha mais os braços, abdominais, pernas e rabiosque...
:D
Beijinhos.