terça-feira, 7 de outubro de 2014

La travadinha

Vê-se mal a foto não é? Pois é, para o fim da pedalada de ontem foi assim mesmo. Estava já escuro e só rumei a casa porque pedalava sozinha, senão teria continuado a minha voltinha...
Mas voltando ao título deste 'post', La travadinha é sair a correr do trabalho, decidir que não se vai ao ginásio assim de repente, apanhar o filhote na Escola, chegar a casa, chegar o pai, atirar com tudo para um canto, mudar de roupa e sair pedalando porque a luz do dia é cada vez menor...
Não sei o que me deu, talvez uma enorme vontade de pedalar, mas saí com as luzes na bicicleta para precaver um regresso já às escuras... E de facto anoiteceu muito depressa, ainda dei parte da volta que costumo dar, por estradões mas depressa me fiz ao alcatrão porque sozinha no meio do mato não dá, "né"...
Ia cheia de pressa mas depressa fiquei cheia de calores porque achei que ia estar frio e toca de vestir as calças de inverno e uma blusa de manga comprida por baixo do jersey de manga curta. Bem, o que eu transpirei, pela aceleração, pelo frio que era nenhum, e pelas roupas quentes...
Foi tão somente uma hora e apenas 20 quilómetros mas soube tão bem... E para o fim, já às escuras, começou a chuviscar o que veio mesmo a calhar para apaziguar os meus calores...
Como digo, se tivesse companhia teria continuado, mas assim sozinha meti as perninhas na bike rumo a casa...


Sem comentários: