quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Por vezes fecho os olhos...

Por vezes fecho os olhos e há um bocadinho da minha vida que imagino que não me está a acontecer. Penso que não é a realidade, que não se passou, nem se está a passar nada relativamente a 'isso'...
(não é nada de grave, são cá coisas muito minhas...).
Penso também se estarei num filme ou numa realidade alternativa como no The Truman Show em que afinal aquilo é quase tudo mentira uma vez que se trata de um 'reality show'. E há essa parte da minha vida que eu por vezes não quero acreditar que está realmente a suceder... Nem o Sol, nem a bicicleta, nem nada me aliviam o espírito. É uma teia de pensamentos e sentimentos emaranhados na minha cabeça e na minha vida que não me permitem desbloquear outras coisas. Pareço uma barata tonta às voltas sempre no mesmo assunto, a bater e a debater-me naquilo. Nos entretantos fica a angústia, a falta de esperança, a falta de sentir que há uma luz ao fundo do túnel... Por vezes sinto-me mesmo quase a afundar, a ficar debilitada, a sentir a minha alma quase a aniquilar-se em tanta tristeza.
E é uma tristeza que isto aconteça...