quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Que raio de dia

Não saiu nenhuma lágrima mas os olhos estão opacos e cansados. 
O coração e a alma quase secos de tristeza e de saudades.
Há dias assim. Dias em que mais valia dormir o dia todo.
Às vezes pergunto-me por que raios certas coisas me acontecem a mim, mesmo não sendo o fim do mundo e sabendo que há quem esteja em situações muito mais graves e preocupantes do que a minha.
É só que há dias em que tudo parece vir à tona e quase nada parece bater certo.
Às vezes pergunto-me para onde foi aquela jovem sonhadora e romântica das ideias, cheia de ideias e de esperanças...
Nem sequer acredito muito que tenho 40 anos.
Não sei o que foi feito do tempo que se esvai entre os dedos.



1 comentário:

Alexandra A. disse...

Beijinho, abraço apertadinho e keep calm and carry on ;)