terça-feira, 17 de outubro de 2017

Houve um tempo

Houve um tempo em que, e agora olhando para trás, eu passava a minha vida a correr dum lado para o outro. 
Mesmo depois da mudança para o Oeste onde não apanho trânsito nem tenho problemas de estacionamento e em que a Escola está a cinco minutos de casa e o trabalho a dez ou quinze, acho que passei muito tempo da minha vida a correr dum lado para o outro a tentar fazer tudo e mais alguma coisa em relação ao filhote, à casa, à comida, à vida doméstica, à bicicleta, ao ginásio, às compras para a casa e por aí fora. Era uma correria doida todos os dias...!
Quando pensava em cozinhar qualquer coisa (coisinha mesmo) de manhã, se me falassem no assunto eu entrava quase em pânico só de me imaginar de volta dos tachos logo de manhã. E achava que quem o fazia, nada mais tinha para fazer na vida, que seria uma espécie de 'parasita da sociedade' só porque tinha tempo de manhã para... cozinhar... (!).
Tirando o chá e as torradas e os cereais do filhote, cozinhados logo de manhã, nem pensar...
Pois eis que o tempo passou, filhote está mais crescido, as coisas acalmaram e, afinal, descobri que é possível fazer qualquer coisa de manhã.
Hoje foi um desses dias "estranhos" nas minhas rotinas.
Fiz o meu chá e a minha torrada, tomei o pequeno-almoço e eis que mexi 1 ovo numa tigelinha e até juntei um bocadinho de queijo e fiambre.
Esfreguei um pouco de azeite embebido em papel de cozinha na frigideira anti aderente, deitei o ovo lá para dentro e passados cinco minutos tinha um belo dum ovo mexido para colocar no pão para ser o meu almoço depois de ir ao ginásio à hora de almoço... E só não coloquei uma folha de alface porque acabou ontem ao jantar.
E mais ainda: lavei a louça toda!
Arrumei tudo, saí de casa e antes das nove horas estava no trabalho...
E esta hein, aposto que este 'post' foi dos mais interessantes que por aqui passaram...

Sem comentários: