quinta-feira, 21 de junho de 2018

Mais um filme, cheio de maresia.

À Deriva - Adrift (2018) é um filme baseado em factos verídicos que ocorreram em 1983.
Confesso que nunca tinha ouvido falar desta história, ou do filme e que não tinha prestado muita atenção ao cartaz quando o vi exposto no cinema onde é costume ir.
Vai daí que por insistência do P. lá fomos e saí de lá com muitos pensamentos e 'dissertações mentais' sobre o filme e a vida...
Achava que era mais um filme sobre naufrágios ou tempestades, como aqueles filmes com vulcões, mais tempestades, maremotos, terramotos e tantos outros fenómenos da natureza que não se conseguem controlar, mas afinal foi uma boa surpresa.
Ainda que existam uma tempestade e um naufrágio no filme, o facto do filme se passar no presente que alterna com o passado faz-nos ficar sempre a pensar no que vai acontecer a seguir e como é possível ter-se tanta força e resiliência quando se trata de... sobreviver...
No final então, senti-me mesmo surpreendida ainda que "desconfiasse" do que se estava a passar.
Quando começa uma parte do filme em modo narrativa, e surgem as pessoas em quem o filme se inspirou, senti-me a 'quebrar' e a ficar emocionada com o filme, apesar dos ruídos de algumas pessoas irritantes que se encontravam também a assistir, é que não paravam quietas e não se calavam. Será que esta gente não sabe estar numa sala de cinema?!
Mas adiante.
Vale muito a pena ver este filme e fazer e lutar por aquilo de que gostamos.
E nunca desistir...
A necessidade leva-nos ao limite...
O que é afinal a vida, a eterna pergunta, e o que vale a pena fazer, seguir ou sonhar.
Dei por mim a pensar como irei aguentar mais 20 anos de papéis, teclados e burocracias.
Não sei mas... é a vida...






Foto dos 'verdadeiros' heróis do filme, em quem a história foi inspirada: 
Tami Oldham Ashcraft and Richard Sharp.


Let's look at the Trailer: À DERIVA | Trailer Oficial Legendado (Portugal)

 

Sem comentários: